quinta-feira, 24 de julho de 2008

da série: filosofando

"... é tipo perguntar sempre o porquê da resposta ao porque anterior..."

O bom da alteraração da percepção é poder canalizar o pensamento e a concentração pra um certo "assunto" (uma determinada coisa, uma determinada pessoa, uma determinada idéia...).
Isso significa que é possível chegar a pensamentos mais profundos sobre algo. Sem essa possibilidade, distrairíamo-nos com alguma outra informação correlata àquela.
Talvez um exemplo pra ilustrar cada uma das formas seja importante.
Sem o "foco", geralmente ao pensarmos, por exemplo, numa praia, por termos alguma lembrança de momentos que ocorreram na praia, a concentração se desvia praquela idéia, e assim por diante.
Sob o foco, onde o pensamento aprofundado permite direcionarmos todos os pensamentos praquele determinado assunto, podemos pensar na praia, sobre a praia e para a praia, se assim for a vontade.
A ressalva é importante pra que se tenha em mente que o foco é direcionado porque realmente desejamos pensar desta forma, sem interferencia.

Só pra constar, cheguei nessa conclusão após pensar sobre 'ela', por vários minutos... Isso depois de pensar na pizza que acabei de comer. Vou postar a foto na sequencia. Chega.


edit: doce de banana existe em outro país? é bom pacaraio.

Um comentário:

Mario disse...

saudoso doce de banana da Dona Etelvina!